Um investidor é aquele que, a partir de análises, aplica o seu dinheiro com o propósito de obter retorno superior ao que foi investido, compensando, inclusive, a perda desses recursos durante o tempo de aplicação. Esse tipo de negócio é muito produtivo para quem deseja acumular uma quantia satisfatória para se aposentar com conforto e com segurança.

Contudo, para se lançar em um investimento, é prudente que você separe uma boa reserva para essas aplicações financeiras. Além disso, é fundamental definir o seu perfil de investidor para alinhar a sua estratégia com os seus objetivos de vida.

Quer se sentir seguro para aplicar recursos? Leia o nosso artigo e descubra que tipo de investidor você é!

A importância de conhecer e de traçar o seu perfil de investidor

Esta tarefa não se parece em nada com fazer um teste de personalidade que o seu amigo do Facebook compartilhou. Avaliar-se como um investidor é definir os seus objetivos, constatar qual é a sua situação financeira e, a partir disso, estabelecer os produtos que condizem com o seu investimento.

O mercado financeiro do Brasil é crescente. Para aqueles sem muito conhecimento sobre finanças ou sobre economia, é fácil, além de bastante perigoso, perder-se em meio a tantos empreendimentos e a tantos produtos disponíveis no mercado de aplicações financeiras.

Portanto, se você deseja começar a investir, estabeleça primeiro o seu perfil de investidor para ter segurança em suas empreitadas. Continue a leitura e dê o primeiro passo na conquista do que deseja com o seu investimento.

Os tipos de investidores

Para analisar um investidor, deve-se chegar ao patrimônio que ele acumulou ao longo da sua vida e ao horizonte que ele tem para concretizar um investimento. Há regras que devem ser seguidas por qualquer perfil de investidor.

Caso ele alcance os seus objetivos em um período mais curto do que havia previsto, por exemplo, compensa arriscar mais. Afinal, o rendimento em derivativos deve sempre ser reinvestido.

Também é importante se lembrar que não há milagre no mercado financeiro. Se há uma rentabilidade muito grande em alguma aplicação, é necessário investigar se não apresenta um investimento de muito risco.

Além disso, um mesmo investidor pode ter vários perfis distintos. A economia muda com certa frequência, então é natural que, em determinados momentos, a pessoa pertença a um tipo, mas que depois mude para outro. Abaixo, segue o nosso panorama sobre os diferentes perfis existentes:

Conservador

Um investidor conservador é aquele que precisa colocar o seu dinheiro em aplicações financeiras seguras. Uma boa dica é, quando você estiver perto de alcançar a quantia em dinheiro que almeja, se estabeleça como um investidor conservador para manter o seu patrimônio.

Você pode até investir em Rendas Variáveis, mas reserve a elas uma parcela pequena da sua poupança. A maior parte do seu investimento deve estar em Rendas Fixas. Ou então em investimentos a curto prazo, que ficam menos comprometidos com as mudanças econômicas do país e com imprevistos financeiros da própria empresa em que se está aplicando o capital.

Moderado

É um investidor intermediário. Ele precisa manter uma certa segurança, mas almeja também uma maior rentabilidade. Para obter retornos acima da média, invista com certo risco, aplicando em Fundos de Investimento, de Renda Fixa, Balanceados e uma maior parcela que o investidor conservador em Renda Variável.

Moderado-agressivo

O perfil de um investidor moderado-agressivo deseja uma rentabilidade maior que a do  investidor moderado e, por isso, deve desapegar de sua segurança, até porque suporta riscos mais elevados, geralmente por não ser leigo em assuntos financeiros. Dê preferência para investimentos em Renda Variável, mesmo que visando derivativos a curto prazo.

Agressivo

O investidor agressivo é aquele que, normalmente, investe desde muito cedo e usa sua experiência e sólido conhecimento para ser mais ousado nos investimentos. Deseja uma rentabilidade alta e, para isso, está disposto a qualquer risco.

Invista em Renda Variável e em negócios de médio e longo prazo. Mas lembre-se que, por mais agressiva que seja a sua estratégia, mantenha uma parcela, mesmo que pequena, em Renda Fixa para não perder muito do patrimônio. Afinal, imprevistos acontecem e devem ser levados em consideração.

Conhecendo seu perfil de investidor, fica muito mais fácil aplicar seu dinheiro e conseguir os resultados que você deseja! Faça nosso teste e descubra qual é o seu perfil!

Restou alguma dúvida ou gostaria de dar uma sugestão? Deixe o seu comentário abaixo e até o próximo post!