Educar os filhos hoje em dia vai muito além de simplesmente passar a eles valores éticos, morais e de comportamento. Cada vez mais, surge a necessidade de também prepará-los para uma série de desafios que a vida adulta apresenta. Um exemplo é a educação financeira, que é colocada à prova para jovens adultos no minuto em que eles são inseridos no mercado de trabalho.

Seja para formar pessoas mais conscientes sobre economia e finanças pessoais, seja para que eles possam administrar o próprio dinheiro com sabedoria, é imprescindível ensinar educação financeira a seus filhos! E você? Sabe o porquê de ensinar isso aos filhos desde cedo? Confira algumas respostas para essa pergunta:

Educação financeira faz com que seus filhos deem mais valor ao dinheiro

Já parou para pensar sobre aquelas crianças que vivem pedindo brinquedos novos aos pais, mas que logo os descartam? Sabe aqueles jovens que gastam a mesada toda em bobagens e depois acham que basta pedir mais dinheiro aos pais? Todas essas situações revelam filhos que não valorizam o dinheiro dos pais e que, consequentemente, também serão assim quando crescerem.

Seja para uma criança ou para um adolescente, é imprescindível ensinar aos jovens o verdadeiro valor das coisas, já que o dinheiro que eles gastam não vem de uma fonte inesgotável. É preciso aprender a priorizar compras mais importantes, ter em mente que todo gasto envolve uma escolha (entre comprar e economizar), além de relacionar diretamente as atividades de trabalho dos pais como a fonte do dinheiro que eles têm para gastar.

Entendendo a diferença entre necessidade e desejo

A diferença entre esses dois conceitos é essencial para os jovens hoje em dia, principalmente por vivermos em um mundo altamente consumista. Nem sempre compramos somente aquilo que precisamos e, muitas vezes, o desejo por um bem de consumo é o que nos faz gastar além de nossas possibilidades, causando endividamento, falta de dinheiro para outras compras mais importantes, dentre outras coisas. Por isso é tão importante fazer com que os jovens percebam que muitos dos bens que eles acreditam “precisar” ter são, na verdade, bens de desejo, sem prioridade na lista de compras da família.

Porque seus filhos devem aprender a fazer bons investimentos

Ensinar educação financeira aos filhos significa também passar a eles lições sobre investimentos. Por que é importante investir? Como investir? Quais são os benefícios de quem economiza para o futuro? As respostas para essas perguntas podem levar seus filhos a se tornarem adultos mais precavidos e responsáveis, com uma vida financeira mais segura e confortável. Afinal, qual pai ou mãe não gostaria de ver seus filhos prosperarem, sem sustos e emergências financeiras ao logo da vida? Aproveite para passar algumas destas lições sobre investimentos para seus filhos:

Economizar serve para atingir os objetivos financeiros

Assim como uma criança pode ser incentivada a guardar suas moedas em um cofrinho até conseguir dinheiro suficiente para comprar o brinquedo que tanto queria, um adulto também terá que ter disciplina suficiente para economizar e atingir seus objetivos financeiros. Seja para a compra de uma casa, de um carro ou até para a realização de uma viagem, é importante que os adultos também tenham uma cultura de economia para a realização de seus sonhos. Isso evita, por exemplo, endividamentos desnecessários, financiamentos intermináveis, empréstimos etc.

Aprendendo a lidar com propagandas e evitar manipulações de consumo

Não são apenas as crianças que são facilmente manipuladas por propagandas e anúncios publicitários criativos. Nós também somos frequentemente levados a consumir produtos e serviços justamente por estratégias publicitárias inteligentes. Para lidar melhor com o mercado de consumo, as várias opções de produtos que existem e os constantes incentivos que temos para gastar, é importante termos mais consciência sobre conceitos como qualidade, durabilidade e utilidade dessas mercadorias.

Atingir sustentabilidade financeira

O conceito de sustentabilidade diz respeito à manutenção de recursos (públicos ou pessoais) de forma a não comprometer a vida e as gerações futuras. Esse conceito também pode ser aplicado em contextos financeiros, já que seus filhos devem aprender desde cedo a garantir um futuro mais tranquilo, com um patrimônio sólido e fontes de renda confiáveis. Não é isso que você também busca para sua vida e para o cotidiano de sua família? Por meio de práticas mais sustentáveis, eles também poderão garantir o futuro dos próprios filhos, e assim sucessivamente. Isso significa ter sempre economias com as quais contar, evitar endividamentos desnecessários, investir em médio e longo prazo etc.

Exemplos, exercícios financeiros e lições: aprendendo com a mesada

Uma das principais formas de ensinar os filhos, desde pequenos, a lidar bem com as próprias finanças, é por meio de uma mesada. Alguns pais inclusive condicionam a mesada ao bom comportamento e à ajuda em atividades domésticas. O importante é que os filhos tenham a oportunidade e a experiência de administrar o próprio dinheiro, de economizar para compras que desejam fazer e de realizar escolhas financeiras no dia a dia. Quanto mais preparados eles estiverem para elaborar um orçamento pessoal, para controlar os próprios gastos e para fazer bom uso de seu dinheiro, melhores e mais responsáveis eles serão na vida adulta.

Educação financeira como fator de competitividade no mercado de trabalho

Ter uma boa educação financeira também representa uma vantagem competitiva no mercado de trabalho. Cursos de administração, finanças e gestão de recursos, por exemplo, são altamente valorizados por empresas e empregadores de todos os tipos. Afinal, todo cargo de gestão e administração exige conhecimentos básicos sobre finanças e contabilidade, independentemente da área de atuação. Até mesmo professores universitários hoje em dia devem saber lidar com o orçamento de projetos, gestão de recursos de agências de fomento etc.

Assim, ao despertar desde cedo o interesse e as habilidades de seus filhos para essa área, é possível torná-los profissionais mais responsáveis e bem preparados para os desafios que o mercado de trabalho reserva para eles.

E você, já tinha parado pra pensar na importância da educação financeira na vida das crianças? Como trabalha essa questão com seus filhos? Aproveite para deixar aqui nos comentários sua opinião sobre esse tema e dividir com a gente as suas experiências!

Seja o primeiro a receber o conteúdo da Messem Educação e assine o nosso Newsletter, preenchendo seus dados nos campos abaixo:

Nome:

Seu e-mail:


mobile-banking